Publicado por: Stéfano Bozza | 7 de março de 2010

1×0 sofrido

Carlos Alberta comemora o único gol do jogo contra o Boavista

O Vasco voltou a jogar para um público de várzea neste domingo. Quase o dobro de seu último espetáculo, mas ainda sim, ridículo. Pouco mais de 1500 pessoas. O público, porém, é proporcional ao que a equipe vem apresentando. Torcedor não é bobo, o time não joga bem, a torcida não vai ao jogo. Simples assim.

E mais uma vez o time de Mancini não fez boa partida. Começou tomando um susto do Boavista, com chute na trave logo no começo. Como resposta, duas boas jogadas de Philippe Coutinho, mas sem maiores perigos.

A equipe vascaína começou a errar passes e a se enervar. Não conseguia ameçar o gol do goleirão Vinícius. Passou a exagerar nos chuveirinhos. E nos passes errados. Facilitou a vida da defesa do Boavista.

Nos 15 minutos finais ainda houveram chances para o Vasco, com Élton e Dodô, mas não conseguiu tirar o zero do placar. A torcida não vaiou.

Na segunda etapa, por incrível que pareça, o Boavista voltou melhor. Bem melhor. Criou boas chances. Mas Carlos Alberto, na primeira oprotunidade vascaína, sofreu penal. Ele mesmo converteu. 1×0.

O Boavista, ao invés de se abater, partiu para cima e conseguiu criar boas chances, mas esbarrou em Prass. O 1×0 ficou de placar final. E mais uma vez o Vasco vence, mas não convence.

FOTO: Globoesporte.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: